Dr. Quintino Aires

Livros

A Arte de Dizer Não!

O Não é a sua força, a sua afirmação, o seu grito de liberdade. Diga Não ao mundo que teima em impor-lhe as suas regras. E diga Sim à vida que quer mesmo viver.

O Não é determinante para a nossa felicidade presente e futura. Ao comunicarmos uma recusa, estamos a definir as fronteiras do nosso mundo. Não queremos dar boleia a um colega? Dizemos Não.

A Hora do Sexo

“Após quase cinco anos de uma edição diária em rádio que já conquistou cerca de 80 000 ouvintes, o programa A Hora do Sexo surge agora em formato livro. Ao longo destas páginas, organizadas em três secções – o eu, o casal e a sociedade –, o Dr. Quintino Aires, em parceria com Raquel Bulha, responde às mais diversas perguntas e desafios lançados, com o intuito de desmistificar esta área da vivência humana tão imprescindível para o bem-estar e a saúde geral.
Num tom claro, acessível e despretensioso, pretende-se assim proporcionar aos leitores o esclarecimento de inúmeras dúvidas, para que o sexo seja desfrutado livre de angústias, medos e preconceitos.”

O Amor Não Se Aprende Na Escola - eBook

“O processo que lhe apresento em O Amor Não se Aprende na Escola não é mágico nem instantâneo. Ao contrário, requer um grande trabalho pessoal.

Mas traz para cada um maravilha de poder caminhar com a própria vida nas mãos. È um processo de crescimento que, oxalá, para si possa começar hoje mesmo com a leitura do meu livro.”

O Amor É Uma Carta Fechada

“Aproveite tudo o que puder do meu livro para sua reflexão. Foi por isso que o escrevi.

Mas deixe amadurecer o seu entendimento sobre si mesmo. Se tiver oportunidade discuta com amigos as opiniões que formar.

Não tenha medo de ouvir alguma coisa que não lhe agrade. Pense que está a trabalhar para a sua felicidade. E se lhe parecer muito trabalhoso lembre-se, o amor é o Sol da vida.”

Vai Valer a Pena

“Ao longo da minha vida profissional conheci homens e mulheres infelizes por estarem “presos” a um casamento que apenas lhes oferecia sofrimento, angústia e ira. E outras centenas de filhos afectados por todo esse sofrimento.

È perturbante, para o psicólogo, o paradoxo que resulta de saber como é importante o casamento, como cada uma das pessoas se pode desenvolver e realizar nesta fantástica intervenção histórica, como a família e jovens mas, ao contrário tantas vezes produz o efeito oposto, impedindo o desenvolvimento, atrofiando a personalidade e fazendo sofrer.

Tudo isto fez crescer em mim o desejo e o sentimento de obrigação de escrever este texto.”

15 Minutos Com O Seu Filho

“Quero partilhar consigo o que aprendi ao longo de 26 anos de estudo de Psicologia e 22 anos de prática clínica psicológica.

Ao longo de cada capítulo, vou apresentar-lhe as estratégias de relação que nós, psicólogos clínicos, utilizamos durante aqueles breves 15 minutos semanais com cada criança ou jovem, breves minutos que fazem verdadeiros milagres no desenvolvimento cerebral e da personalidade de cada um deles.

Naturalmente, vou adaptar essas estratégias ao dia-a-dia de uma relação entre pais e filhos, pois este livro não pretende ser um manual de psicoterapia.”

Neurogenese da Linguagem

É apresentado como um contributo à filosofia da Psicologia.

No início do séc. XXI, e depois de um século durante o qual as ciências psicológicas não conseguiram separar-se das ciências biológicas, e a Psicanálise, o Behaviorismo e Cognitivismo apenas deram continuidade ao que os filósofos alemães do séc. XIX chamaram as Naturwissenschaft, é defendido ser o tempo de perder o preconceito e ler pensadores como Espinosa, Marx e Engels, como fizeram Vegotsky, Luria e Leont´ev, se se quer construir uma Psicologia Histórica, como proposto por Wundt.

Com recurso ao estudo da categoria Linguagem, Joaquim Maria Quintino Aires cruza no seu estudo a Psicologia Socio-Histórica com a Psicologia Relacional de Rita Mendes Leal, de filosofia patrística e testa a sua tese num estudo empírico de análise psicolinguística de adolescentes de 14 anos que sofreram lesão ou no hemisfério cerebral esquerdo ou no hemisfério cerebral direito, durante o primeiro ano de vida.